DILI, 24/07/2017, (FDCH).  O Secretário Executivo do Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano (FDCH), o Sr. Isménio Martins da Silva, acompanhado pela Coordenadora do Gabinete de Administração, Finanças e Recursos Humanos (GAFRHI), a Sr.ª Leila Carceres, participou na cerimónia de apresentação dos 25 formadores de língua indonésia que integram o programa de formação em malaio indonésio – Bahasa Indonesia Bagi Penutur Asing (BIPA).

A língua indonésia (malaio) constitui muitas vezes um obstáculo para os timorenses que fazem formação na Indonésia. Nesse sentido, o Governo da Indonésia, através da sua Embaixada em Timor-Leste, oferece oportunidades de formação aos cidadãos timorenses. O grupo de 25 formadores que veio para Timor-Leste para apoiar este programa de formação está a preparar-se para dar formação no Pusat Budaya Indonesia (PBI), no Institute of Business (IOB) e no Instituto de Café de Timor-Leste em Ermera.

«Nos últimos anos trouxemos apenas oito formadores de língua indonésia para Timor-Leste, contudo, no início do ano de 2017, deu-se uma grande mudança nesta matéria, tendo sido enviados cerca de 25 formadores para apoiar o ensino de língua indonésia em Timor-Leste», disse o Dr. Ir. Sedercor Melatunan, Adido da Educação e Cultura da Indonésia em Timor-Leste.

O Adido da Educação afirmou ainda existir uma grande vontade por parte dos timorenses em aprender malaio indonésio, facto que se comprova pelo aumento significativo de formandos efetivos, que passou de 100 pessoas no ano transato para 1200 em 2017.

O Senhor Adido espera que, no futuro, o malaio indonésio integre também o currículo do ensino secundário e não esteja apenas disponível no ensino universitário, para que os estudantes saiam devidamente preparados no caso de desejarem continuar os seus estudos em universidades indonésias.

Neste mesmo evento, o Sr. Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, Sahat Sitorus, encorajou os formadores que vieram para ensinar a língua aos timorenses a manter um bom espírito e vontade de ensinar.

Estes formadores são também heróis altruístas cujo favor será impossível de retribuir. O Senhor Embaixador solicitou também aos formandos que aproveitem bem esta oportunidade.

«Mais uma vez, parabéns a todos vocês! Estudem e esforcem-se muito. A Indonésia está sempre pronta para trabalhar em conjunto com todos os colegas, com todo o povo de Timor-Leste, e, assim, avançarmos em conjunto», referiu o Embaixador.

Durante o seu discurso, também o Reitor do IOB, Augusto da Conceição Soares SE, MM agradeceu ao Governo da Indonésia, através do respetivo Embaixador e Adido da Educação, pela colaboração existente com o IOB e pelo envio de pessoas para apoiar o ensino de malaio indonésio na sua Universidade.

O Reitor pediu aos formandos para aproveitarem a oportunidade oferecida, pois Timor-Leste precisa de recursos humanos de qualidade.

«A vossa função é aprender, aprender, aprender, este é o vosso tempo, o nosso já passou, e por isso, têm que estudar para conduzir o nosso país para a frente. Se não forem vocês, então quem será? Se não for agora, então quando será?» – questionou o Sr. Reitor Augusto.

O Secretario Executivo do FDCH, o Sr. Isménio Martins da Silva, também discursou nesta cerimónia, tendo apresentado algumas informações sobre o trabalho desenvolvido pelo FDCH relativamente aos recursos humanos nacionais e também sobre o programa de bolsa de estudos do Fundo, o qual já financiou 3450 bolsas.

Relativamente à formação em malaio indonésio, o Secretário Executivo do FDCH concordou com o Adido da Educação, afirmando que a vontade dos timorenses em aprender a língua tem aumentado bastante.

«É, de facto, verdade que existe uma enorme vontade por parte dos nossos estudantes e dos nossos colegas, pois ainda existem algumas escolas que adotam o malaio indonésio para algumas matérias das ciências básicas. Além disso, a nossa constituição autoriza o uso de quatro línguas; existem as línguas oficiais, as línguas nacionais e as línguas de trabalho», esclareceu o Sr. Isménio Martins da Silva no seu discurso.

Assim, nós, o Governo, autorizamos e pedimos aos colegas que desejem prosseguir estudos na Indonésia ou em outros países de língua malaia para aproveitarem a oportunidade oferecida pelo PBI e pelo Embaixador da Indonésia.

Antes de encerrar o seu discurso, o Secretário Executivo acrescentou que os recursos humanos continuarão a ser, com certeza, uma prioridade da nova governação que se avizinha.

A Cerimónia de Apresentação dos Formadores de Malaio Indonésio decorreu no Pusat Budaya Indonesia (PBI), junto ao Mercado Lama em Díli, Timor-Leste, e contou com a participação do Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, o Adido da Educação Indonésio em Timor-Leste, o Diretor do Instituto de Café de Timor-Leste – Ermera, o Reitor do IOB, um representante do Ministério da Educação, o Secretário Executivo do FDCH, a Coordenadora do GAFRHI do FDCH, os Formadores e todos os formandos. (Média FDCH)

Related Post :


Total Viewer : 1229 Views || Category: Notícia