Discurso do Diretor Executivo do FDCH na Abertura do Curso Preparatório
Às 8:30 horas do dia 17 de maio de 2022
Salão Delta Nova
Sua Excelência Senhor Ministro do Ensino Superior, Ciência e Cultura e Presidente do Conselho de Administração do FDCH
Magificos Reitores das Universidades Privadas
Distintos Convidados
Caros Diretores Gerais e Nacionais
Caros Membros do Júri
Senhores Professores
Caros Bolseiros
Caros Colegas do ST-FDCH
Estamos aqui presentes, para a cerimónia de abertura oficial do curso preparatório que hoje se inicia. O Curso preparatório representa a segunda fase do programa de atribuição de bolsas de estudo para o estrangeiro. A primeira fase consistiu no processo de seleção dos candidatos.
Como sabem, o FDCH existe desde 2011 através da aprovação pelo Parlamento Nacional da Lei n. 1/II, de 14 de Fevereiro, artigo 9˚ do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2011 e tem como objetivo principal, capacitar e desenvolver os recursos humanos nacionais em várias áreas estratégicas de desenvolvimento como agricultura, engenheira, medicina, direito e social.
Desde a sua criação em 2011 até a data, o FDCH já formou um total de 97 mil e 308 pessoas. Deste, um total de 37 mil e 430 pessoas na sua maioria jovens que beneficiaram da formação profissional com o principal objetivo de desenvolver as suas habilidades profissionais para trabalharem na indústria local e no estrangeiro. Um total de 36 mil 187 funcionários públicos beneficiaram da formação para o reforço institucional e um total de 7 mil 719 pessoas entre funcionários e público em geral que beneficiaram de bolsas de estudo com oportunidade de estudarem em mais de 227 universidades de todo o mundo. De referir que o FDCH também beneficiou 15 mil 972 pessoas em áreas especializadas da justiça, defesa e segurança, estágio profissional para os recém graduados e deu apoios aos pedidos individuais de cidadãos a estudarem no país e no estrangeiro.
Em 2021, o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura através do FDCH iniciou um programa de ensino de língua portuguesa para os docentes das universidades privadas e neste ano de 2022, decidiu atribuir bolsas de estudo para os melhores docentes continuarem os seus estudos no estrangeiro. Ao mesmo tempo, considerando as necessidades em recursos humanos em certas áreas, também abriu um concurso para atribuição de bolsas de estudo por mérito para os melhores candidatos do público.
Como resultado destes dois programas, um total de 48 docentes das universidades privadas e 30 candidatos do público foram selecionados para frequentarem o curso preparatório para depois continuarem os seus estudos de níveis de doutoramento, mestrado e licenciatura em diversas universidades em Portugal.
O objetivo principal do curso preparatório é para desenvolver as capacidades dos participantes em termos de utilização da língua portuguesa em contexto académico, nomeadamente a produção oral e a escrita científica, desenvolver competências específicas relacionadas com as áreas científicas das Ciências Exatas ou Ciências Naturais e desenvolver competências transversais, tais como competências de gestão de projeto, competências de trabalho em equipa e competências de comunicação.
A participação no curso preparatório é obrigatória e só terá direito às bolsas de estudo os participantes que frequentarem o curso até ao final.
As regras e procedimentos das bolsas de estudo estão regidas pelo diploma ministerial número 77/2021 de 10 de novembro sobre o regime de atribuição de bolsas de estudo e de investigação científica no estrangeiro.
Excelência,
Distintos convidados,
Aproveitando esta oportunidade, gostaria de realçar a atribuição bolsas no ano de 2021 de 878 bolsas e no ano de 2022 de 1000 bolsas de estudo para os filhos das familías carentes (bolsa hakbiit) no total de 1.878 bolsas e um total de 1.000 bolsas parciais em 2022 onde o FDCH responsabiliza-se pelos custos da universidade e os pais pelo custo de vida. Estes estudantes estão distribuídos em todas as instituições do ensino superior privadas do país.
Hoje estamos aqui reunidos, para iniciar o curso preparatório. Gostaria de apelar a todos os participantes para se esforçarem e darem o seu melhor porque com esta formação estarão melhor preparados para os grandes desafios que vão enfrentar quando forem estudar em Portugal.
Para os docentes das universidades privadas, estamos a fazer este investimento com a certeza que depois de formados regressarão às vossas instituições onde poderão dar o vosso contributo para a melhoria da qualidade do ensino superior em Timor-Leste.
Para terminar, gostaria de agradecer a presença de Sua Excelência Senhor Ministro e dos convidados aqui presentes e para os bolseiros, desejar boa sorte e esperar que terminem o curso preparatório com sucesso e que possam obter a bolsa para irem estudar em Portugal.
Muito obrigado.
Dr. Cristóvão dos Reis
Diretor Executivo do ST-FDCH

Related Post :


Total Viewer : 68 Views || Category: Notícia