DÍLI, 27/04/2017 – O Fundo de Desenvolvimento de Capital Humano (FDCH) realizou uma cerimónia de despedida dos novos bolseiros, filhos de Combatentes e Veteranos. De um total de 52 bolseiros, 10 seguirão a área de Medicina Veterinária na Universidade Udayana Bali (UNUD), enquanto 42 deles estão inscritos em cursos de engenharia no Institut Teknologi Sepuluh Nopember Surabaya (ITS), no nível de licenciatura.

A cerimónia de despedida dos bolseiros decorreu no salão de reuniões do Ministério da Defesa em Fatuhada, tendo contado com a presença do Vice-Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Desenvolvimento de Capital Humano (CA-FDCH), atual Ministro Coordenador para os Assuntos Sociais e Ministro da Educação, Antónia da Conceição, assim como os membros permanentes do CA-FDCH, o Ministro da Justiça, Sr. Ivo Valente, o Ministro do Petróleo e Recursos Minerais, Sr. Alfredo Pires, o Secretário Executivo do FDCH, Isménio Martins da Silva e outros convidados, como o Coordenador do Gabinete de Apoio aos Bolseiros do Ministério da Educação, o  Sr. Aquilis Salvador Guterres, o Diretor Geral de Veterinária do Ministério da Agricultura e Pescas (MAP), Antonino do Carmo, os pais dos bolseiros, os diretores do FDCH, entre outros.

No seu discurso, António da Conceição, Vice-Presidente do Conselho de Administração do FDCH, em representação do Presidente do CA-FDCH,  Kay Rala Xanana Gusmão, solicitou aos bolseiros para reafirmarem o espírito de seus pais aquando da libertação desta nova nação.

«Vocês são os filhos dos combatentes e veteranos da libertação da pátria, os filhos dos combatentes têm de ser perseverantes e reafirmar o espírito que seus pais tiveram no passado, estabelecendo um compromisso com o estado de ir para estudar; devem ir como estudantes e voltar como profissionais qualificados», disse o Sr. António da Conceição.

O atual Ministro da Educação pediu a todos os bolseiros para continuarem a afirmar-se como timorenses, procurando integrar-se na sociedade.

O Secretário Executivo do FDCH, o Sr. Isménio Martins da Silva, acrescentou ainda que os bolseiros foram selecionados mediante a realização do exame Tes Potensial Akademi (TPA), organizado diretamente pela Universidade Udayana Bali (UNUD) e pelo Institut Teknologi Sepuluh Nopember Surabya (ITS) e, ainda, através de uma entrevista realizada por um júri composto por representantes das Universidades, do Secretariado do FDCH-MPIE, do Ministério da Solidariedade Social (MSS) e do Ministério da Educação (ME).

O Secretário Executivo do FDCH, o Sr. Isménio Martins, pediu também aos pais para oferecerem apoio moral aos seus filhos para que estes possam realizar e completar os seus estudos e voltar para contribuir para o desenvolvimento do país.

«Assim que iniciarem os seus estudos, todos os bolseiros terão de enviar as suas notas para o FDCH de seis em sies meses, devendo também partilhar essa informação com seus pais para que estes conheçam o seu valor», referiu o Secretário Executivo do FDCH.

Houve também oportunidade para o representante dos pais dos bolseiros, o Sr. Nelson Ximenes, discursar, tendo este manifestado o seu apreço pelo programa de bolsas de estudo que o governo oferece aos filhos dos Combatentes e Veteranos e apelado aos estudantes para estudarem com convicção e, assim, voltarem preparados para contribuir para o desenvolvimento deste novo país, construído com sangue e sofrimento, nas suas próprias palavras: «Todos vocês que estão de partida devem esforçar-se por adquirir qualificações porque no passado nós estávamos na luta, não havia ninguém que nos pudesse ensinar nada, morríamos de graça, vertíamos sangue e enterrávamos ossos de lugar em lugar, andar na luta não nos trouxe benefícios diretamente, contudo, hoje em dia, a construção da nossa nação é uma contribuição para todos; vocês também são veteranos deste país, assim como os vossos filhos o serão também», confessou Nelson aos bolseiros.

O representante dos bolseiros, Agostino Ramos, prometeu que todos seriam bem-sucedidos nos seus estudos e que, uma vez concluídos, trariam coisas positivas consigo para contribuir para o desenvolvimento desta ainda recente nação.

«Acreditem que traremos coisas boas e manteremos connosco o espírito que os combatentes da libertação sempre transportaram com eles no seu desejo pela independência; como seus filhos, e respeitando o seu papel e contributo, contribuiremos de forma positiva para a nossa amada terra», disse o bolseiro, que se encontra de partida para prosseguir estudos no ITS Surabaya, na área de engenharia.

O mesmo bolseiro demonstrou ainda o seu apreço e orgulho em relação à realização do programa de bolsas de estudo, o qual permite que os filhos de veteranos se desloquem para estudar no estrangeiro.

«Gostaríamos de agradecer a V. Exas. pela visão e pela dignidade que oferecem aos combatentes da libertação, oferecendo a oportunidade aos seus filhos de irem estudar para fora», referiu Agostino.

Os bolseiros inscritos em cursos de engenharia distribuem-se pelas seguintes áreas específicas: Matemática, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Engenharia Física, Engenharia Industrial, Engenharia de materiais e metalurgia, Design Industrial, Planeamento Urbano e Regional, Engenharia de Construção Naval, Engenharia de Sistemas de Construção Naval, Engenharia Naval e Transportes Marítimos. (Média FDCH)

Related Post :


Total Viewer : 1108 Views || Category: Notícia