Dili, 19/02/2019, O Secretário de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE) Sr. Julião da Silva e o Secretário Executivo do Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano (FDCH ) Sr. Isménio Martins da Silva assinam um Memorandum de Entendimento (MdE) com o Presidente do Korean Studies and Languages Program (KSLP) Sr. Lee Jae Kwon no salão Knua Buka Hatene na SEFOPE – Caicoli, Dili.

O MdE que o governo e o KSLP assinaram tem o objectivo de reativar outra vez a formação em língua coreana para os timorenses, uma vez que o programa de língua Coreana esteve parado durante um ano.

Com base no plano de formação da língua coreana, este programa é para preparar os timorenses que vão trabalhar na Coreia a partir do mês de Março deste ano, num total de 2.000 a 2.500 beneficiários durante o ano de 2019.

Entretanto o orçamento para financiar esta atividade é proveniente do FDCH num total de 824.400 dólares americanos para realizar o referido programa de formação durante um ano. O orçamento será mensal, para cobrir os custos de salário para os formadores, custo de transporte, acomodação, operação para a formação e custo de administração entre outros.

O Secretário de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Julião da Silva disse que o acordo de cooperação que o governo de Timor-Leste assinou com o KSLP teve o seu início no ano de 2012.

“O acordo de cooperação com o KSLP teve o seu início em 2012, por isso hoje nós estamos a reativar o programa para fazer a  capacitação em língua coreana,” disse o Secretário de Estado.

Segundo o plano de formação, a formação terá o seu início nos princípios do mês de Março e o Governo vai identificar o local de formação que será apropriado de modo que o número de timorenses a participar na formação poderá aumentar.

Entretanto o Secretário Executivo do Fundo de Desenvolvimento do Capital Humano (FDCH) Sr. Isménio Martins da Silva congratulou a SEFOPE pelo serviço realizado mas pediu para que fosse revisto o programa de formação da língua coreana.

“Em primeiro lugar eu gostaria de congratular a SEFOPE pelo serviço que realizou durante este ano porque durante um ano tivemos um vacuo, e através duma negociação difícil com o KSLP, porque existe um número de 7.500 pessoas que já realizaram o curso, falei com o Secretário de Estado que os 7.500 existentes que já fizeram o curso de língua coreana deve-se rever e talvéz com o orçamento existente pode-se fazer um curso de revisão ou um teste para ser possível rever o programa,” disse o Sr. Isménio Martins.

O Secretário Executivo do FDCH disse que para promover a economia social de Timor-Leste principalmente para aumentar o número de empregados, o FDCH tem um papel muito importante para continuar a apoiar o programa da SEFOPE.

Durante o encontro o FDCH distribuiu o orçamento com um valor de aproximadamente 4 mil dólares para financiar o programa de formação da língua coreana para os timorenses para prepará-los para o serviço no estrangeiro principalmente para irem trabalhar na Coreia. (Média FDCH)

Related Post :


Total Viewer : 800 Views || Category: Notícia